Acesso ou Registar-se para submeter um artigo.

Condições para Submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita e não se encontra sob revisão ou para publicação junto de outra revista. Caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao Editor".
  • Os ficheiros para submissão encontram-se em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF (desde que não ultrapassem 2MB)
  • Quando disponíveis, foram fornecidos URLs para as referências.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Instruções para Autores, na secção Sobre a Revista.

Instruções para Autores

O trabalho deve ser enviado em ficheiro Word, tipo de letra Verdana, tamanho de letra 12. Extensão máxima entre 15 a 25 páginas, incluindo gráficos, tabelas, notas de rodapé e bibliografia.
Tamanho do documento A4, com margens simétricas, espaçamento entre líneas simples, e 6 pontos de espaço entre cada parágrafo. Não usar negrito, nem sublinhado.
Margens: superior, inferior e interior de 2,5 cm; exterior de 1,5 cm.
Deve-se evitar ao máximo a abreviação de palavras ou frases. As abreviaturas mais frequentes serão: p. (página), pp. (páginas), ss. (e seguintes), op. cit. (obra citada), ed. (editor, editorial ou edição).
O rodapé das figuras (Figura 1.  … ) e no cabeçalho, a identificação da tabela (Tabela 1. … ) em Times New Roman 10 ptos.
 
Citações
Citação directa: apelido do autor, data de publicação e a página citada entre parêntesis.
Sousa e outros (2018, p.458) consideram “ser necessário incrementar a participação destes em eventos científicos internacionais de Países da mesma região de África e da Lusofonia, como o caso de Brasil e Portugal”. Ou:
Os autores consultados consideram “ser necessário incrementar a participação destes em eventos científicos internacionais de Países da mesma região de África e da Lusofonia, como o caso de Brasil e Portugal” (Sousa e outros, 2018, p.458).
 
Citação indirecta (Quando se menciona a ideia do autor, mas não se cita textualmente), não se coloca a página da referência.
É oportuno considerar que estudantes e professores procuram novos recursos e encontram na tecnologia uma ligação entre a tecnologia e o mundo real (Martins, 2009).
 
Quando o autor tem mais de uma publicação no mesmo ano. Por exemplo: Estudos mais recentes (Rodrigues, 2018a, p.80; 2018b, p.138) sugerem que... ou simplesmente (Rodrigues, 2018a, 2018b)  
 
Siga este exemplo para as direcções electrónicas onde não foi possível identificar o autor.
(Anónimo, 2015, p.10)
Caso seja necessário citar uma investigação que encontrou em outro trabalho ou realizar uma citação da citação, pode faze-lo da seguinte maneira:
Sousa (2016, p.27) cita a Martins (2009) quem descobriu que...
Martins (2009), citado por Sousa (2016, p.27), descobriu que...
Sousa (2016, p.27) referindo-se a Martins (2009) afirma que...
A lista de referências deve ser ordenada alfabeticamente pelo apelido do autor.
 
Organização da Bibliografia (tipo de letra Times New Roman, Tamanho 10)
Livro:
Autor, iniciais (ano). Título do livro. Lugar de publicação: Editorial.
Exemplos:
Sousa, J. (2016). Computadores no Ensino. Saarbrucken: Novas Edições Académicas.
Delfino, B. e Fernando, E. (2017). Aritmética e teoría dos números. Saarbrucken: Novas Edições Académicas.
Hernandez Sampieri, R., Fernandez Collazo, C., e Baptista Lúcio, P. (2014). Metodologia de la investigación. Sexta edicion. México: Mc Graw Hill Education.
 
Capítulo de um livro:
Vygotsky, S. (1991). Génesis de las funciones mentales más altas. En P. Light, S. Sheldon, y M. Woodhead (Eds.), Aprendiendo a pensar (pp. 32-41). Londres: Routledge.
 
Enciclopédias:
Lijphart, A. (1995). Sistemas electorales. En La Enciclopedia de la Democracia (vol. 2, pp. 412- 422). Londres: Routledge.
 
Publicações oficiais do governo:
Angola. Ministério do Ensino Superior. (2018). Estatuto da carreira docente do ensino superior. Luanda: Imprensa Nacional.
 
Actas de congressos:
Rodrigues, M. (2017). Os desafios da extensão universitária em Angola. Em Ima-Panzo, J. (Ed). I conferência internacional sobre extensão universitária em Angola: Extensão universitária. Algumas considerações. (pp.68-99). Luanda: Mayamba Editora
 
Artigos de Revistas Científicas:
Sobrenome, nome (ano). Título. Revista. Volume (Número), Páginas. URL ou DOI
Exemplo:
Sousa, J. e outros (2018). Índice de Produção Científica dos Docentes do Instituto Superior de Ciências de Educação do Huambo. Revista Telos, 20(3), 450-467. http://ojs.urbe.edu/index.php/telos/article/view/2926
Manuel, A., Miguel, M., Rodrigues, M. (2018). La autoevaluación institucional para medir el impacto de la formación del profesional egresado del ISCED-Huambo. Revista Órbita Pedagógica, 5(1) 145-157. http://revista.isced-hbo.ed.ao/rop/index.php/ROP/article/view/171
 
Fontes electrónicas:
Sobrenome, Nome(es) (ano). Título. Mes, dia, ano, URL ou DOI.
Marques, P. (2010) ¿Por qué TIC en Educación?. Consultado: 11/12/2015. Disponível em: http://www.slideshare.net/peremarques/por-qu-tic-en-educacin.