DESEMPENHO DOCENTE. CONTRIBUIÇÃO PARA O PROCESSO DE INTEGRAÇÃO DOS ESTUDANTES QUE INGRESSAM NO ENSINO SUPERIOR. CASE DO INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS DE EDUCAÇÃO DO HUAMBO. REPÚBLICA DE ANGOLA

  • Domingos João Fernandes Universidade José Eduardo dos Santos
Palavras-chave: Estudantes universitários, docentes universitários, desafios e integração, competências docentes

Resumo

Os docentes jogam um papel transcendental no processo de integração dos estudantes no ensino superior considerando as dificuldades que estes enfrentam ao serem admitidos neste nível de ensino. Para instituições educativas superior angolanas esta realidade não é diferente considerando que a procura de um lugar nas mesmas é extremamente elevada pelos jovens e os lugares oferecidos por estas instituições são muito limitados. No ano letivo 2014, no mês de março e após realização do exame de admissão, no Instituto Superior de Ciências da Educação (ISCED) do Huambo, Angola, realizou-se um encontro de esclarecimentos aos estudantes recentemente admitidos sobre as normas vigentes nesta instituição. Neste encontro igualmente participaram alguns docentes desta mesma instituição de formação de futuros profissionais educativos. Este artigo apresenta uma abordagem exploratória não financiado sobre desafios que enfrentam os estudantes ao ingressarem no ensino superior. Igualmente apresenta resultados de um inquérito dirigido aos professores do ISCED-Huambo, aplicado aquando da realização do encontrado acima mencionado relativamente ao desempenho através da sua contribuição

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia Autor

Domingos João Fernandes, Universidade José Eduardo dos Santos

Secretario Geral da Universidade José Eduardo dos Santos. República de Angola.

Referências

Chiavenato, I. (2009). Administração de Recursos Humanos. Fundamentos Básicos. 7ª.Ed. Editora Manole Ltda. p. 73

Decreto do conselho de ministros nº 90/09, de 15 de Dezembro: Normas Gerais Reguladora do Subsistema do Ensino Superior. Diário de Republica de Angola.

Delgado M., Domingo J. (2000). Modelos de Gestión por Competencias. Caracas, Venezuela. Disponível em: http://www.gestiondelconocimiento.com. Acesso em 12/04/2013.

Ducci, María Angélica. (1997). El enfoque de competencia laboral en la perspectiva internacional: Formación basada en competencia laboral. CINTERFOR/ OIT. Montevideo, Uruguay

Jardim. J. (2010). Programa de desenvolvimento de competências pessoas e sociais. Estudo para a promoção do sucesso académico. Editora Instituto Piaget. Grupo de trabajo colaborativo de la Red de Formación del Profesorado de

Castilla y León. (2011). Modelo de competencias profesionales del profesorado. España. p. 8 Teoria de Piaget: adaptação e assimilação do comportamento humano. Disponivel em www.ehow.com.br/adaptacao-assimilacao-sobre_5477/. Consultado em 27/07/2013.

Ferreira, M. M.C. (S/D). Alguns fatores que influenciam a aprendizagem do estudante de enfermagem. Disponível em www.ipv.pt/millenium/Millenium31/11.pdf. Consultado em 12/11/14.

F-Jardon, C.M. & Martos, M.S. (2013). Capital intelectual y competencias distintas en pymes madereras de argentina. Disponivel em http://dx.doi.org/10.1590/S0034-759020140604. Consultado em 13.11.2014, 2013.

Salazar, T. S. (S/D) Gestión por competencias: un nuevo desafio en la educación hoy. www.faculdadedondomenico.edu.br/site/revista_don/artigos5edicao/8ed5.pdf.Valluis. Consultado em 12/11/2014.

Cuadernos de docencia universitaria. (2011). Evaluación por competencias en la universidad: las competencias transversales. 1ªEd. ICE y Ediciones

OCTAEDRO, S.L. (S/D). Disponível em www.ectaedro.com. Consultado em 26/07/2013.

Caôn, G.F. & Frizzo, H.C.F. (2010). Acesso, equidade e permanência no ensino superior: Desafios para o processo de democratização da Educação no Brasil. Disponível em www.ufsj.edu.br/portal2.repositorio/File/vertentes/v.%2019%20n.%202/Giovana_e_Heloisa.pdf. Consultado em 12/04/13.
Publicado
2018-08-25
Como Citar
Fernandes, D. (2018). DESEMPENHO DOCENTE. CONTRIBUIÇÃO PARA O PROCESSO DE INTEGRAÇÃO DOS ESTUDANTES QUE INGRESSAM NO ENSINO SUPERIOR. CASE DO INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS DE EDUCAÇÃO DO HUAMBO. REPÚBLICA DE ANGOLA. Revista Órbita Pedagógica. ISSN 2409-0131, 2(1), 01-14. Obtido de http://revista.isced-hbo.ed.ao/rop/index.php/ROP/article/view/112
Secção
Artigos