INFLUÊNCIA DA FAMÍLIA E DA ESCOLA NA EDUCAÇÃO SEXUAL DOS ALUNOS

  • Irene Jamba Inakulo Moisés Instituto Superior de Ciências de Educação do Huambo
Palavras-chave: Família, Escola, Educação Sexual

Resumo

Sabe-se que o entrosamento da família e da escola é a condição indispensável que pela sua essência daria um contributo positivo na formação dos alunos tendo em conta as exigências da reforma educativa em Angola. A proposta de se discutir o papel da escola nas questões que envolvam temas sexuais coloca-nos frente a frente com a necessidade de se conhecer mais sobre o assunto. Durante muito tempo, a sexualidade foi considerada de pouca importância para o desenvolvimento das pessoas e voltada para uma única finalidade: a reprodução. O assunto foi trazido aos debates, graças às mudanças socioculturais e aos estudos científicos que contribuíram para que essa importante dimensão humana ganhasse destaque. Por isso este artigo tem como objectivo Determinar a influência da família e da escola na educação sexual dos alunos das escolas do primeiro ciclo do ensino secundário no Huambo, Angola.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Azevedo, M. (2001). Testes relatórios e trabalhos escolares, 2ª edição. Lisboa: Universidade Católica Editora.

Bello, J. L. P. (2005). Metodologia Científica: Manual para elaboração de textos académicos, monografia, dissertações e teses. Rio de Janeiro: Universidade Veiga de Almeida

GTPOS, ABIA, ECOS. (1994). Guia de orientação sexual: diretrizes e metodologia (da pré-escola ao 2º grau). São Paulo: Casa do Psicólogo.

Lima, H. (1994). Educação sexual para adolescente. 3ª ed. São Paulo: Iglu.

Mielnik, I. (1993). Educação na escola e no lar. São Paulo: Ibrasa

Lima, D. (S/D). Educação sexual e orientação sexual na escola: possibilidades. Consultado: 11/07/2018. Disponível em: https://www.revistaacademicaonline.com/products/educacao-sexual-e-orientacao-sexual-na-escola-possibilidades/
Publicado
2018-10-06
Como Citar
Moisés, I. (2018). INFLUÊNCIA DA FAMÍLIA E DA ESCOLA NA EDUCAÇÃO SEXUAL DOS ALUNOS. Revista Órbita Pedagógica, 6(1), 43-50. Obtido de http://revista.isced-hbo.ed.ao/rop/index.php/ROP/article/view/199
Secção
Artigos