SUCESSO E INSUCESSO ACADÉMICO NO ENSINO SUPERIOR: ESTUDO DE CASO NA FACULDADE DE ECONOMIA DA UNIVERSIDADE JOSÉ EDUARDO DOS SANTOS (UJES)

  • Juventina Suzana Gando Albino Fernandes Faculdade de Economia (UJES)
Palavras-chave: Sucesso, Insucesso, Ensino Superior, Aprendizagem

Resumo

O presente estudo tem como objectivo identificar os factores de Sucesso e Insucesso académico no Ensino Superior na perspectiva dos docentes e estudantes da Faculdade de Economia da Universidade José Eduardo dos santos (UJES). Em termos metodológicos, este é um estudo de caso de natureza qualitativa e indutiva, do qual participaram 5 docentes e 21 estudantes. As entrevistas efectuadas e a consequente análise, permitiram que se fizesse uma triangulação das informações, analisando se os factores apontados pelos docentes e estudantes são os mesmos apontados na literatura. Como principais conclusões, a falta de base para frequentar um curso do Ensino Superior, a fixação do numerus clausus com objectivo de preencher o número de vagas pré-determinada, faz com que ingressem para o Ensino Superior estudantes com debilidades do ensino básico. Além disso, alguns aspectos como condições económicas e socias, aptidão para docência, vocação para o ensino de alguma forma são apontados quer por docentes como pelos estudantes como factores que estão na base do fraco desempenho no ensino superior. Do presente ponto de vista, estes factores jogam um papel crucial para o sucesso/insucesso académico dos estudantes no Ensino Superior.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Almeida et al., (2005) Rendimento Académico: Influências dos metódos de Estudo. Actas do VIII Congresso Galaico Português de Psico-Pedagogia. Universidade do Minho. Braga

Almeida, L. S. (2007). Transição, adaptação académica e êxito escolar no Ensino Superior. Revista galego-portuguesa de Psicoloxía e Educación, 15: 203-215 ISSN 1138-1663https://ruc.udc.es/dspace/handle/2183/7078

da Silva Almeida, L., Miranda, L., & Guisande, M. A. (2008). Atribuições causais para o sucesso e fracasso escolares. Estudos de Psicologia, 25(2), 169-176.
Abrantes, P. (2015). Percursos de Estudantes no Ensino Superior: Fatores e Processos de Sucesso e Insucesso. Revista de Sociologia, Problemas e Práticas, (77), 175-178.

Albuquerque, C. (2010). Processo ensino-aprendizagem: características o professor eficaz. Revista Millenium, 55-71.

Alves, Z., & Silva, M. (1992). Análise qualitativa de dados de entrevista: uma proposta. Revista Paideia, nº 2 FFCLRP - USP, Ribeiro Preto, 62–69.

Belei, R. A., & Gimeniz-paschoal, S. R. (2008). O uso de entrevista, observação e vídeo gravação em pesquisa qualitativa. Cadernos de Educação/ FaE/ PPGE/UFPel Pelotas nº30, 187–199.

Bisinoto, C., Marinho, C., & Almeida, L. S. (2010). Contribuições da Psicologia Escolar à promoção do sucesso acadêmico na Educação Superior. Seminário Internacinal “ Contributos da Psicologia Em Contextos Educativos”. Universidade do Minho- Braga. Universidade do Minho.

Borralho, A., & Fialho, I. (2012). Aprendizagem no Ensino Superior: Relações com prática docente. Ensino Superior Inovação e Qualidade na Docência. CIEP- Centro de investigação em Educação e Psicologia. Repositório da Universidade de Évora . 984– 996.

Brites-Ferreira, J., Seco, G., Canastra, F., & Abreu, I. S. M. (2011). Sucesso académico no Ensino Superior: Conceitos, Factores e Estratégias de intervenção. Revista Iberoamericana de Educación Superior, II, 28–40.

Costa, A. R., Araújo, A. M., Diniz, A. M., & Almeida, L. S. (2014). Expectativas académicas segundo o género dos estudantes portugueses do primeiro ano do ensino superior. International Journal of Developmental and Educational Psychology. INFAD Revista de Psicología, Nº1-Vol.2, ISSN: 0214-9877. pp:325-334

Chiarini, T., Rapini, M. S., & Vieira, K. P. (2014). Produção de novos conhecimentos nas universidades federais e as políticas públicas brasileiras recentes de CT&I. Revista Economia & Tecnologia, 10(3)

Ferreira, M. (2009). Determinantes do Rendimento Académico no Ensino Superior. Revista Internacional d´Humanitats 15 Jan-Abr CEM OrOc-Feusp / Univ. Autónoma de Barcelona, 55–60.

Ferreira, M. M., Bidarra, M. da G., &Rapouso, N. V. (2011). Atribuições Causais do (in)sucesso Académico no Ensino Superior: Padrões Diferenciais de Professores e Estudantes. Revista Portuguesa de Pedagogia, 150– 158.

Ferreira, B., & Dias, S. (2010). Sucesso académico e satisfação dos estudantes finalistas do Instituto Politécnico de Leiria. In Actas do VII Simpósio de Investigação em Psicologia- Universidade do Minho, Portugal, 3044–3059.

Ganda, D. R., & Boruchovitch, E. (2010). As Atribuições de Causalidade param o Sucesso e Fracasso acadêmico de Alunos de um Curso de Pedagogia. Anais do VII Encontro de Pesquisa em Educação da Região Sul–ANPED. Londrina, PR.

Godoy, A. S. (1995). Introdução à pesquisa qualitativa e suas possibilidades. Revista de administração de empresas, v. 35, nº.3, 20-29, São Paulo

Lopes, J. T., & Costa, A. F. da. (2012). Desiguldades de percurso dos estudantes do ensino superior. VII Congresso Português de Sociologia Universidade Do Porto - Faculdade de Letras - Faculdade de Psicologia E Ciência Da Educação, 1 – 18.

Lourenço, A. A., & De Paiva, M. O. A. (2010). A motivação escolar e o processo de aprendizagem. Ciências &Cognição. Revista Interdisciplinar de Estudos 15(2). ISSN 18065821
Martins, A. M. (2013). Insucesso Académico na Universidade: Causas e Estratégias para a sua Minimização. Docência Universitária - Univesidad Central de Venezuela, 5(1 y 2).

Mazzioni, S. (2013). As Estratégias Utilizadas no Processo de Ensino-Aprendizagem. Revista Eletrónica de Administração E Turismo vol.2, n.1- Jan/ Jun, 2, 93–109.

Monteiro, M. (2014). O ensino numa escola plural. Revista Da FAEEBA - Educação E Contemporaneidade, Salvador, v. 23, N. 42, Jul/dez, 153–162.

Miguel, R. R., Rijo, D., & Lima, L. N. (2012). Fatores de Risco para o Insucesso Escolar: A Relevância das Variáveis Psicológicas e Comportamentais do Aluno, Revista Portuguesa de Pedagogia. 127–143.

Mendonça, A. M. J. F. (2006). A problemática do insucesso escolar: A escolaridade obrigatória no arquipélago da Madeira em finais do século XX (1994-2000). Tese de Doutoramento. Retrieved. http://www3.uma.pt/alicemendonca/conteudo/publica/Tese.pdf.

Soares, A., Pinheiro, M. D. R., & Canavarro, J. (2015). Transição e adaptação ao ensino superior e a demanda pelo sucesso nas instituições portuguesas. Psychologica, Imprensa da Universidade de Coimbra 58(2), 97-116. http://hdl.handle.net/10316.2/39219

Vasconselos, R. M., Almeida, L., & Monteiro, S. (2009). O insucesso e abandono académico na Universidade do Minho - Uma análise sobre os cursos de Engenharia. VI International Conference on Engineeringand Computer Education. 457– 461.
Publicado
2019-04-17
Como Citar
Fernandes, J. (2019). SUCESSO E INSUCESSO ACADÉMICO NO ENSINO SUPERIOR: ESTUDO DE CASO NA FACULDADE DE ECONOMIA DA UNIVERSIDADE JOSÉ EDUARDO DOS SANTOS (UJES). Revista Órbita Pedagógica. ISSN 2409-0131, 6(2), 15-30. Obtido de http://revista.isced-hbo.ed.ao/rop/index.php/ROP/article/view/236
Secção
Artigos