ANÁLISE E CONSISTÊNCIA: UMA ABORDAGEM SOBRE DESIGUALDADES E SUAS APLICAÇÕES

  • Belchior César Xavier Mário Faculdade de Economia (UJES)
  • Teófilo Domingos Chihaluca Centro de Matemática Aplicada a Previsões da Universidade de Lisboa
  • Anacleto César Xavier Mário Faculdade de Economia (UJES)
  • Fidel César Xavier Mário Investigador Singular
  • Delphin Kabey Mwinken Instituto Superior Politécnico do Huambo (Ho Chi Min)
Palavras-chave: Análise, Desigualdades, Aplicações

Resumo

Neste trabalho apresentamos um estudo sobre importantes Desigualdades Matemáticas, para a resolução de problemas físicos, químicos, biológicos, económicos e outros que podem ser abordados nos diferentes níveis da ciência. Neste sentido, nosso objectivo é percorrer este caminho provocados por problemas que ilustrem a aplicabilidade do conhecimento matemático, para ajudar a melhorar, resolver e ultrapassar, com várias possibilidades, diferentes aspectos sobre esta temática e suas aplicações, utilizando demonstrações de grandes teoremas, como seria espetável.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Ash, RB. (1972). Real Analysis and Probability. Academic Press.

Ash, RB. & Doleans-Dale, CA. (2000). Probability and Measure Theory. Second Edition. Academic Press.

Araújo, F. H. A. (2011). Médias e Problemas de Otimização. Revista do Professor de Matemática, n. 76, p. 27–29.

Barata, J. C. A. Curso de Física-Matemática. São Paulo: Departamento de Física Matemática da USP, 2013.

Bonelli, R. (2017). Desigualdades Matemáticas e Aplicações. Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” Instituto de Geociências e Ciências Exatas. Campus de Rio Claro.

Björk, T. (1998). Arbitrage Theory in Continuous Time. Oxford University Press.

Cevtkovski, Z. (2012). Inequalities: Theorems, Techniques and Selected Problems. Springer-Verlag Berlin Heidelberg.

Garbi, G. G. A. (2010). Rainha das Ciências: Um Passeio Histórico pelo Maravilhoso Mundo da Matemática. São Paulo: Editora livraria da Física 5a ed.

Hefez, A. (2002). Polinômios e Equações Algébricas. Rio de Janeiro: SBM.

Magalhães, L. (1996). Integrais Múltiplos. Texto Editora, Lda – Lisboa.

Mário, B. (2018). Um Ensaio sobre a Aprendizagem do Cálculo Integral Aplicado à Economia. Revista Órbita Pedagógica. ISSN 2409-0131.

Müller, D. (2007). Processos Estocásticos e Aplicações. Edições Almedina – Coimbra.

Müller, D. (2011). Probabilidade e Processos Estocásticos. II Série, N.º 17 Colecção Económicas. Edições Almedina – Coimbra.

Oksendal, B. (2007). Stochastic Differentia Equations. Na Intoduction with Applications. Springer.

Oliveira, L. A. F. & Souza, F. L. (2009). Desigualdade de Jensen. In: Anais do CNMAC. SBMAC.

Rudin, W. (1987). Real and Complex Analysis. Mc Graw-Hill. Third Edition.

Sydsaeter K. & Hammond, P. (2006). Matemática Essencial para Análise Económica (Parte II). Texto Editora, Lda – Moçambique.

Wu, H. H. & Wu, S. (2009). Various proofs of the Cauchy-Schwarz inequality. Mihály Bencze, v. 17, p. 221–229.
Publicado
2019-04-17
Como Citar
Mário, B., Chihaluca, T., Mário, A., Mário, F., & Mwinken, D. (2019). ANÁLISE E CONSISTÊNCIA: UMA ABORDAGEM SOBRE DESIGUALDADES E SUAS APLICAÇÕES. Revista Órbita Pedagógica, 6(2), 110-124. Obtido de http://revista.isced-hbo.ed.ao/rop/index.php/ROP/article/view/242
Secção
Artigos