ESTRATÉGIA DE SUPERAÇÃO PROFISSIONAL DA FUNÇÃO DOCENTE-METODOLÓGICA NA EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA

  • Ángela del Carmen Cosme Valladares Universidade Central ¨Marta Abreu das Villas
  • Rigoberto Hernández Águila Universidade Central ¨Marta Abreu das Villas
Palavras-chave: Função docente-metodológica; Educação à Distância; Estratégia de superação profissional.

Resumo

A investigação está inserida numa das demandas do século XXI para um melhor desenvolvimento da Educação Superior, que é a mudança do modelo tradicional de ensino por um novo modelo de qualidade na massificação. Neste sentido, trabalhou-se com a função docente-metodológica na Educação à Distância, uma das funções que deve cumprir o professor universitário de hoje. O trabalho tem como objectivo propor uma estratégia de superação profissional da função docente-metodológica, a partir dos resultados e experiências aplicadas, como contribuição para o melhoramento da qualidade do processo de ensino-aprendizagem desta modalidade de estudo. Responde a um paradigma qualitativo fundamentado numa perspectiva interpretativa centrada no entendimento. A estratégia estrutura-se em quatro etapas: diagnóstico, elaboração, execução e avaliação e, integra um conjunto de acções teórico-metodológicas dirigidas para potencializar o cognitivo, as habilidades, o tacto e a actuação dos professores enquanto entes facilitadores do conteúdo e também como conselheiros e guias. Estas qualidades sugerem o que fazer em cada acção, como fazê-lo e por que fazê-lo, como contributo prático da investigação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografias Autor

Ángela del Carmen Cosme Valladares, Universidade Central ¨Marta Abreu das Villas

Mestre em Educação Superior. Professora Auxiliar da Faculdade Ciências Agropecuárias. Universidade Central ¨Marta Abreu das Villas. Santa Clara. Cuba.

Rigoberto Hernández Águila, Universidade Central ¨Marta Abreu das Villas

Mestre em Ciências da Educação. Professor Auxiliar da Faculdade Humanidades. Universidade Central ¨Marta Abreu das Villas. Santa Clara. Cuba.

Referências

Addine Fernández F, González Soca, A. M & Recarey Fernández, S.C. (2003). Princípios para a direção do processo pedagógico. Faculdade de Ciências da Educação. ISP "Enrique José Varela". Havana. Cuba.
Aguilar Feijoo, R. M. (2006). A guia didática, um material educativo para promover a aprendizagem autônoma. Avaliação e melhoramento de sua qualidade na modalidade aberta e a distância. Universidade Técnica Particular da Loja, UTPL. Equador.
Álvarez de Zayas C. M. (1995). A Escola na Vida. Editorial Universidade São Francisco Javier Sucre, Bolívia.
Antúnez Sánchez A.G; Ramírez Sánchez W; Soler Pellicer Y. (2017). A Educação a Distancia na Universidade da Granma e suas experiências no Postgrado.Revista Eletrônica Interativa. Opuntia Brava. Vol. 9. Núm. 4. Editorial Acadêmica Universitária. Universidade das Tunas. Cuba. Recuperado de: http://opuntiabrava.ult.edu.cu/index.php/es.
Antúnez Sánchez A.G; Ramírez Sánchez W; Soler Pellicer Y.; Eichler B; Vega Jarquín C; Guerra González C. (2017). Fortalecimento da gestão formativa do professorado universitário: Uma experiência usando O B-Learning. EduQ@2017. Revista Eletrônica Interativa. Opuntia Brava. Vol. 9. Núm. 4. Editorial Acadêmica Universitária. Universidade das Tunas. Cuba. Recuperado de: http://opuntiabrava.ult.edu.cu/index.php/es.
Biggs J. (2005). Formar docentes. Como, quando e em que condições aprende o professorado. Didáctica Universitária. Pontifícia Universidade Javeriana Cali, 296.
Briones, G (1990). Formação de docentes em investigação educativa: Curso de educação a distância. Avaliação educacional. Bogotá, Colômbia: Secretaria Executiva do Convênio Andrés Bello, 173p.
Brunner J J (2005): Tendências recentes da educação superior a nível internacional. Marco para a discussão sobre processos de seguro da qualidade.
CEIPUCP-FVM (2003). “Aproximações ao estudo das estratégias como resultado cientista”. Santa Clara: Centro de Estudos Investigação Pedagógica da Universidade de Ciências Pedagógica Félix Varela Morales. Cuba.
Cosme Valladares A.C (2011). Estratégia de superação profissional para o melhoramento da função docente metodológica na modalidade de educação a distância. (Tese de Mestria). Universidade Central “Marta Abreu” de Las Vilas. Cuba.
D'Agostino de Cersosim, G (1991). Aspectos teóricos da avaliação educacional: uma orientação para sua posta em marcha no ensino. Universidade Estatal a Distância. São José, Costa Rica.
Dustet M, Ajón A, Menchaca R, Del Río R. (2008). Uma Universidade nova para a América Latina. Mesa redonda de 13 de fevereiro. Cuba.
Fainholc B (2006). A qualidade na educação a distância continua sendo um tema muito complexo. RED, Revista de Educação a Distância, 12. Recuperado de: http://www.um.es/ead/red/12/fainhplc.
García Aretio L. (2002). A educação a distância. Da teoria à prática. Educação. Madrid.
Garduño Estrada L.R. (1999). Para um modelo de avaliação da qualidade de instituições de Educação Superior. Revista Ibero-americana de Educação. Setembro – Dezembro. Não 21
Geraldine São Martín, M (2010). O rol e a função profissional do docente universitário. Universidade Católica Nossa Senhora do Assunção. Sede Regional Itapúa. “Campus Hohenau”.
González Morales A. (2009). A educação superior contemporânea e a universidade cubana. Conferência do curso de postgrado: Pedagogia da Educação Superior. Do Centro de Estudo de Educação. Universidade Central “Marta Abreu” de Las Villas. Cuba.
Gutiérrez Moreno R. B. (1988). Precisões metodológicas para a elaboração da Estratégia Pedagógica. Instituto Superior Pedagógico. ¨Félix Varela” Villa Clara. Cuba
Horruitiner Silva P. (2006). O trabalho educativo da dimensão curricular. Direcção de Formação de Profissionais. MÊS, Cuba.
Knight P, T. (2005). "O professorado de Educação Superior. Formação para a excelência". Didática Universitária. Pontifícia Universidade Javeriana Cali.
Lanza. H, M. (1996). A avaliação dos sistemas educativos na Iberoamérica: Algumas reflexões em torno de sua especificidade. Congresso Internacional de Avaliação da Qualidade. Madrid. Espanha.
Lavín Martínez J L. (2011). Marco teórico da estratégia de superação para docentes sem formação pedagógica. Cadernos de Educação e Desenvolvimento. Rev. Acadêmica Semestrel. Vol, 3. No.23, Recuperado de: http://www.eumed.net/rev/ced/23/jllm-cv.doc.
Manrique Claudia (2009). “A assessoria acadêmica e o rol docente na Educação a Distancia” .Blog de Discussão sobre temas de Educação a Distância do Peru em http:// www.anced.org.pe.
Muñoz Cuenca, G. A. (2006). Elementos teóricos sobre qualidade em postgrado. Revista Ibero-americana de Educação. (ISSN: 1681- 5653).
Ortiz & Mariño (2004). "Problemas Contemporâneos da Didática da Educação Superior¨. Pedagogia Universitária. Revista eletrônica da direcção de formação de profissionais. Vol. IX. Não. 5. Ministério de Educação Superior. Cuba.
Perdomo Vázquez, J.M. (2005). Processos Universitários: A docencia. Centro de Estudos de Educação. Faculdade de Educação a Distância. Universidade Central "Marta Abreu" de Las Villas. Cuba.
Pérez Marquês, G. (2002). Qualidade e inovação educativa nos centros. Departamento de Pedagogia Aplicada, Faculdade de Educação, UA. Cuba.
Pérez Pérez, R. (2005): Didática Universitária. Departamento de Ciências da Educação. Universidade do Oviedo. Espanha.
Quinto de Paiva, M. (1990). Curso-taller Regional sobre Educação de Adultos: A educação a distância: uma estratégia dentro da modalidade de Educação de Adultos levada a cabo através dos Centros de Educação a Distância. Ministério de Educação. Direção de Educação de Adultos. Caracas, Venezuela.
Ramírez Lahera L.M e González Ramírez J. (2017). A direcção do trabalho científico–metodológico na instituições da educação técnica e profissional em Cuba (Tese de Mestria) Revista da Associação de Inspetores de Educação da Espanha. Núm. 27. Avance em Supervisão Educativa. ISSN: 1885 -0286. Recuperado de: http://opuntiabrava.ult.edu.cu/index.php/es.
Ramírez Lahera L.M. (2017). A direcção do trabalho científico-educativa na escola. (Tese de Mestria) Revista Eletrônica Interativa. Opuntia Brava, edição 49. Editorial Acadêmica Universitária. Universidade das Tunas. Cuba. Recuperado de: http://opuntiabrava.ult.edu.cu/index.php/es/
Ricardo M & Almaguer M. (2014). O trabalho científico – metodológico da escola. Revista Eletrônica Interativa Opuntia Brava, edição 49. Recuperado de: http://www.opuntiabrava.rimed.cu/index.php/component/banners/click.
Sampieri Hernández R; Baptista Lucio P; Fernández Colina C. (2006). Metodologia da Investigação. Quarta Edição. Iztapalapa. México. D.F.
Seibol J R. (2000). A qualidade integral em educação. Revista Ibero-americana de Educação. No.23. Maio – Agosto. Recuperado de: http://www.ince.mec.es/cumbre/d1-02.htm
Seijas Mayra (2009): Função mediadora do docente. Universidade Pedagógica Monsenhor Rafael Árias Branco. Extensão Maracay. República Bolivariana da Venezuela.
Soler Pellicer Y; Antúnez Sánchez G. A; Antúnez Sánchez A; González Espinosa K. A. (2017). Ferramentas de internet para a produção científica, uma capacitação a distânciaineludível para os investigadores. EduQ@2017 Revista Didasc@lia Didática e Educação, Revista Opuntia Brava. Editorial Acadêmica Universitária. Universidade das Tunas. Cuba. Recuperado de: http://opuntiabrava.ult.edu.cu/index.php/es.
Toranzos L. (2002) O problema da qualidade no primeiro plano da agenda educativa. Ministério de Cultura e Educação. República Argentina.
Vigostki, L. S. (1987). História do desenvolvimento das funções psíquicas superiores. Editorial Científico Técnica, Cidade de Havana, Cuba.
Publicado
2019-09-22
Como Citar
Cosme Valladares, Ángela, & Hernández Águila, R. (2019). ESTRATÉGIA DE SUPERAÇÃO PROFISSIONAL DA FUNÇÃO DOCENTE-METODOLÓGICA NA EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA. Revista Órbita Pedagógica. ISSN 2409-0131, 6(4), 01-16. Obtido de http://revista.isced-hbo.ed.ao/rop/index.php/ROP/article/view/275
Secção
Artigos